Ex-skinhead faz remoção de tatuagem racista do rosto após se tornar pai

Ex-skinhead faz remoção de tatuagem racista do rosto após se tornar pai

14 Agosto, 2019 Não Por Já Se Sabe

Bryon Widner se define como um “ex-sociopata limítrofe”, após ter passado sua juventude em um grupo racista nos EUA, chamado Vinlanders Social Club, conhecido por ser extremamente violento.

Byron se tornou skin-head aos 14 e, a partir daí, passou 16 anos atrelado a organizações racistas, chegando a ser co-fundador do Vinlanders. Foi quando fez a primeira tatuagem e não parou, tendo seu rosto cheio delas, que eram claramente racistas.

Leia mais…

Ler Mais em: Mega Curioso