Os fotógrafos que morreram registrando a explosão do Monte Santa Helena

Os fotógrafos que morreram registrando a explosão do Monte Santa Helena

11 Fevereiro, 2019 Não Por Já Se Sabe

Eles acompanhavam uma erupção do vulcão, em 1980, quando foram surpreendidos pelo colapso do monte

Acompanhar uma catástofre natural em primeira mão muitas vezes é uma “aventura” fatal para diferentes profissinais. No caso de fotógrafos, a sede de conseguir os melhores ângulos e registros de um evento pode colocá-los em risco – e foi isso que aconteceu com Robert Landsberg e Reid Blackburn, que morreram enquanto registravam a erupção do Monte Santa Helena, nos Estados Unidos, em 18 de maio de 1980.

Algumas semanas antes, o vulcão começou a sua erupção, atraindo alguns especialistas à área. O freelancer Robert Landsberg foi um deles; na noite anterior à catástofre, acampou a oeste do Santa Helena. No dia fatídico, ele acordou cedo e foi registrar a erupção a aproximadamente 6 quilômetros da cratera. Às 8h32, o flanco norte do vulcão entrou em colapso, explodindo a montanha e expondo o seu núcleo, repleto de magma derretido.

Leia mais…

Ler Mais em: Mega Curioso